Mendel

Dezembro 14, 2009 at 11:08 pm (Uncategorized)

Vamos chamar de linhagem os descendentes de um ancestral comum. Mendel observou que as diferentes linhagens, para os diferentes caracteres escolhidos, eram sempre puras, isto é, não apresentavam variações ao longo das gerações. Por exemplo, a linhagem que apresentava sementes da cor amarela produziam descendentes que apresentavam exclusivamente a semente amarela. O mesmo caso ocorre com as ervilhas com sementes verdes. Essas duas linhagens eram, assim, linhagens puras. Mendel resolveu então estudar esse caso em específico.

A flor de ervilha é uma flor típica da família das Leguminosas. Apresenta cinco pétalas, duas das quais estão opostas formando a corola, em cujo interior ficam os órgãos reprodutores masculinos e femininos. Por isso, nesta planta, a norma é haver autofecundação, não ocorrendo fecundação cruzada. Logo para cruzar uma linhagem com a outra era necessário evitar a autofecundação.

Depois de algum tempo, quando as flores se desenvolveram e estavam maduras, polinizou as flores de ervilha amarela com o pólen das flores de ervilha verde, e vice-versa. Essas plantas constituem portanto as linhagens parentais. Os descendentes desses cruzamentos constituem a primeira geração em estudo designada por geração F¹, assim como as seguintes são designadas por F², F³, etc.

Resultados em F¹

Todas as sementes obtidas em F¹, foram amarelas, portanto iguais a um dos pais.

Uma vez que todas as sementes eram iguais, Mendel plantou-as e deixou que as plantas quando florescessem, se autofecundassem, produzindo assim a geração F².

Resultados em F²

As sementes obtidas na geração F² foram amarelas e verdes, na proporção de 3 para 1, sempre 3 amarelas para 1 verde.

Interpretação dos resultados

Para explicar a ocorrência de somente sementes amarelas em F¹ os dois tipos em F², Mendel começou por admitira existência de factores que passa, dos pais para os filhos por meio dos gâmetas. Cada factor seria responsável pelo aparecimento de um carácter.

Assim, existiria um factor que condiciona o carácter amarelo e que podemos representar por V (maiúsculo), e um factor que condiciona o carácter verde e que podemos representar por v (minúsculo). Quando a ervilha amarela pura é cruzada com uma ervilha verde pura, o híbrido F¹ recebe o factor V e o factor v, sendo portanto, portador de ambos os factores. As ervilhas obtidas em F¹ eram todas amarelas, isso quer dizer que, embora tendo o factor v (minúsculo), este não se manifestou. Mendel chamou de “dominante” o factor que se manifesta em F¹, e de “recessivo” o que não aparece. Utiliza-se sempre a letra do carácter recessivo para representar ambos os caracteres, sendo maiúscula a letra do dominante e minúscula a do recessivo.

Continuando a análise, Mendel contou em F², o número de indivíduos com carácter recessivo, e verificou que eles ocorrem sempre na proporção de 3 dominantes para 1 recessivo.

Mendel chegou a conclusão que o factor para verde só se manifesta em indivíduos puros, ou seja com ambos os factores iguais a v (minúsculo). Em F¹ as plantas possuíam tanto os factores V quanto o factor v sendo, assim, necessariamente amarelas. Podemos representar os indivíduos da geração F¹ como Vv (heterozigotico, e, naturalmente, dominante). Logo para poder formar indivíduos vv (homozigotos recessivos) na geração F² os gâmetas formados na fecundação só poderiam ser vv.

Este facto não seria possível se a geração desse origem a gâmetas com factores iguais aos deles (Vv). Isso só seria possível se ao ocorrer a fecundação houvesse uma segregação dos factores V e v presentes na geração F¹, esse factores seriam misturados entre os factores V e v provenientes do pai e os factores V e v provenientes da mãe. Os possíveis resultados sendo: VV, Vv, vV e vv.

Este fato foi posteriormente explicado pela meiose, que ocorre durante a formação dos gâmetas. Mendel havia criado então sua teoria sobre a hereditariedade e da segregação dos factores.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: